Inicio » Sociedade » SJA esclarece situação dos jornalistas da Rádio Despertar

SJA esclarece situação dos jornalistas da Rádio Despertar

  • Redacção Farol
  • Publicado quarta-feira, 11 de novembro de 2020

O Sindicato dos Jornalistas de Angola (SJA), numa nota que chegou à redacção do Farol de Angola, diz que acompanha a situação dos profissionais da rádio despertar, que queixam-se de meses sem salário, e apela aos filiados a manterem-se abertos ao diálogo.

Desde o dia 29 de Outubro, altura em que o delegado sindical do SJA na Rádio Despertar, João Walter dos Santos, informou sobre o facto de estarem há três meses sem salário, e por protestos alguns foram impedidos de aceder às instalações da referida instalações radiofónica, os sindicato tem vindo a acompanhar.

De acordo com o SJA diligências foram feitas junto das estruturas competentes da rádio tendo recebido garantias de que os salários, em atraso, deverão ser pagos até ao final do mês de Novembro, de modo interpolado.

A direcção negou ter dado qualquer ordem que impeça os profissionais que reivindicaram de acederem às instalações. Essa informação foi igualmente dada ao delegado sindical, João Walter dos Santos, tendo ficado incumbido de avaliar a situação no local.

“Face às garantias que a direcção do SJA recebeu, e não tendo se cumprido ainda o prazo, mês de Novembro, não viu razão para um posicionamento público, postura aliás que tem adoptado em todas as situações de âmbito laboral”, lê-se.

Ainda na mesma nota de imprensa a direcção do (SJA), disse que nunca chegou qualquer informação sobre uma eventual discriminação dos profissionais em virtude da sua filiação ou não no partido UNITA, tal como foi apresentada em conferência de imprensa.

Texto: Vumi Vata



Deixe o seu comentário!