Inicio » Destaque » Ministério Público holandês investiga empresa de Isabel dos Santos

Ministério Público holandês investiga empresa de Isabel dos Santos

  • Farol Angola
  • Publicado quinta-feira, 17 de setembro de 2020

As autoridades holandesas abriram um processo de investigação contra Exem Energy BV, empresa de Sindika Dokolo, marido da empresária Isabel dos Santos, onde a filha do ex-presidente angolano, José Eduardo dos Santos, é accionista de forma indirecta, da Galp.

O Jornal holandês “De Volkskrant”, parceiro do consórcio jornalístico ICIJ, noticiou a abertura da investigação onde um porta-voz do ministério público da Holanda esclareceu que se trata de um inquérito lançado por iniciativa holandesa e que a investigação não é a pedido das autoridades angolanas.

Contudo, foi citado um porta-voz de Sindika  Dokolo que esclareceu que o empresário e marido de Isabel dos Santos está a colaborar com as autoridades holandesas para desmentir o que diz serem “falsas alegações”.

Esta notícia foi partilhada no sábado (13) na página do Twitter de Rui Pinto, uma das fontes do Luanda Leaks, através da PPLAAF, plataforma para denunciantes com sede em França.

A Exem Energy detém 40 por cento da Esperaza Holding, empresa holandesa que tem como maior accionista a angolana  Sonangol, com 60 por cento. A Esperaza é, por sua vez, detentora de 45 por cento da Amorim Energia (igualmente constituída na Holanda), onde o maior accionista é o grupo Amorim. A Amorim energia detém uma participação de 33,34 por cento na Galp energia , o que confere a Isabel dos Santos e Sindika  Dokolo uma posição indireta de 6 por cento.

Texto de: Emanuela Monteiro

Fonte: Jornal de Angola



Deixe o seu comentário!