Inicio » Slides » Nove funcionários do aeroporto detidos por tráfico de droga

Nove funcionários do aeroporto detidos por tráfico de droga

  • Redacção Farol
  • Publicado quinta-feira, 28 de janeiro de 2021

Desmantelada rede criminosa que facilitava saída da droga do tipo cocaína do interior das aeronaves, provenientes do Brasil, para o exterior do aeroporto de Luanda. São nove funcionários de uma empresa de assistência técnica que presta serviços no aeroporto 4 de Fevereiro

Os acusado foram apresentados hoje, no edifício sede do SIC em Cacuaco, e fazem parte de uma associação criminosa que  se dedicava, há anos, a facilitar a saída da droga do tipo cocaína do interior das aeronaves, provenientes do Brasil, para o exterior do Aeroporto Internacional de Luanda.

Os nove detidos são funcionários da GHASSIST, empresa de assistência técnica do Aeroporto Internacional 4 de Fevereiro, e recebiam três a quatro milhões de Kwanzas, por cada serviço que prestavam, dependendo da quantidade de droga que faziam sair.

De acordo com o porta-voz do SIC geral, Manuel Halaiwa, o esquema  foi descoberto mediante um aturado trabalho de investigação criminal no âmbito do combate ao Narcotráfico e outros crimes, no Aeroporto Internacional de Luanda.

Entre os detidos, cinco são motoristas e três desempenhavam a função de técnicos de operações, segundo explicou ao Novo Jornal, Manuel Halaiwa, porta-voz do SIC-geral.



Deixe o seu comentário!