Inicio » Slides » Ministro diz que Angola será 2º maior produtor de diamantes em 2030

Ministro diz que Angola será 2º maior produtor de diamantes em 2030

  • Redacção Farol
  • Publicado quinta-feira, 24 de fevereiro de 2022

O ministro dos recursos minerais petróleo e gás, Diamantino Azevedo, disse, hoje, na abertura da Conferência da Federação Mundial de Bolsas de Diamantes, que decorre no Dubai, que Angola pode se tornar, em 2030, o segundo maior produtor mundial de diamantes brutos

Diamantino de Azevedo sustentou a sua defesa com o facto de Angola ser o próximo Pólo mais importante de mineração e atracção de investimento mineiro, dado o elevado potencial existente, as excelentes oportunidades de negócios e um regime fiscal favorável.

Nos últimos dez anos, prosseguiu, “Angola foi o único lugar do mundo onde a produção cresceu por força das novas descobertas de jazigos de diamantes”. Por isso, acresceu, “Angola pode se tornar, em 2030, o segundo maior produtor mundial de diamantes brutos”.

Reiterou que, depois da reorganização do sector mineiro e reformulação dos processos de comercialização de diamantes, “o país está engajado na abertura da sua Bolsa de Diamantes, a acontecer ainda este ano de 2022”, em data a anunciar oportunamente, tendo, na ocasião, convidado os presidentes das bolsas de diamantes presentes no evento a visitarem Luanda para o acto de inauguração da Bolsa Angolana de Diamantes.

O ministro reconheceu o papel e a importância da Federação Mundial de Bolsas de Diamantes, de que “Angola espera ser membro”, e terminou com um novo apelo ao investimento no Pólo de Desenvolvimento Diamantífero de Saurimo.

 

 



Deixe o seu comentário!